quinta-feira, 22 de dezembro de 2011

Consumo colaborativo!

Estava andando na rua esses dias e recebi um exemplar da Folha Universal. Abri e comecei a ler. Foi então que uma reportagem me chamou a atenção: "Vida eterna à tranqueira", que falava sobre o consumo colaborativo. Achei muito interessante e fui pesquisar sobre o assunto para, é claro, explicar aos meus queridos leitores :)

Pois bem, consumo colaborativo é o nome dado à prática de doar ou trocar  bens pelos quais você já não se interessa por coisas de outras pessoas. Dinheiro geralmente não entra nessa transação.
Em uma época de consumo desenfreado, com pessoas comprando coisas novas e desnecessárias todos os dias, a idéia de consumo colaborativo cai como uma luva. Para o planeta, é claro. Por exemplo, ao invés de comprar um livro que só leria uma vez, você pode trocá-lo através de redes colaborativas, ou seja, além de não ter que pagar por uma coisa, você ainda acaba se livrando de algo que não queria mais. Essas redes funcionam como uma espécie de sebo, só que para tudo que é coisa. Legal, né?
Acho super legal a idéia de se livrar de coisas desnecessárias, além disso, essa prática combina muito bem com ano novo! Eu, por exemplo, preciso me desapegar de um monte de coisas =/
Se você não se sente seguro o suficiente para participar dessas redes, existem outras opções para se livrar de coisas ociosas. Fazer venda de garagem é uma delas (a propósito, essa coisa de garage sale tá bombando aqui em Brasília!). Se você organizar o negócio direitinho, dá certo...minha prima fez uma esses dias, gostei muito das idéias dela...
E se você está interessado em adquirir coisas, é só procurar na internet que tem muita gente doida para passar suas coisas para alguém e aumentar o espaço no apartamento. Eis algumas opções:

Descola aí (site que realiza trocas de um monte de coisas)
Clube do Brinquedo (aluguel de brinquedos)
Dois Camelos (aplicativo no face para conectar pessoas que querem trocar suas coisas)


Nenhum comentário:

Postar um comentário