segunda-feira, 28 de novembro de 2011

Falta educação



O texto é sobre educação, coisinha rara hoje em dia.
Todo mundo já presenciou uma cena em que alguém tenha sido mal-educado. É até mesmo provável que todos já tenham protagonizado algumas dessas cenas. Fazer o quê, ninguém é perfeito.
O que tem me impressionado é ver como a sociedade está "deseducada". Os pais já não ensinam os filhos a dizerem "por favor" e "obrigada"; ao invés disso, criam crianças cada vez  mais mimadas e temperamentais. Mas é compreensível, afinal não há como pais mal-educados criarem filhos educados.
Na minha visão, são justamente os adultos - e não as crianças - as pessoas mais grossas, ou seja, gente que já teve tempo suficiente para aprender as regras sociais de comportamento. Somos nós que, no decorrer dos dias, nos esquecemos de dar "bom dia", de agradecer algum favor e até mesmo de não interromper alguém que esteja falando.
Existem até aqueles que se comportam mal porque "fulaninho também se comporta mal". É com esse tipo de pensamento que estamos virando meros reprodutores do nosso meio, influenciando cada vez menos esse mesmo meio, o que é uma tragédia, se querem saber.
Não confundam educação com etiqueta, por favor. Conheço muita gente que não conhece as regras de etiqueta mas se comporta bem. Não são essas regras que estipulam o que é educado ou não. É o bom senso. 
Quero aproveitar o gancho e deixar registrado aqui um pedido desta humilde blogueira: tenham bom senso, por favor! É como eu disse nesse outro texto: chega de adultos infantis!
E ajam com respeito aos outros. Como aquela frase que já virou mantra: gentileza gera gentileza.

Nenhum comentário:

Postar um comentário