quarta-feira, 14 de setembro de 2011

É possível mudar o passado?

Eu não sei porque temos essa mania de pensar que se pudéssemos voltar ao passado, faríamos tudo diferente. É besteira pensar em algo que é impossível de se fazer. Você nunca vai conseguir voltar à época de colégio e se vingar daqueles meninos que atormentavam a sua vida ou dizer poucas e boas para a mulher que te botou chifres. É a vida.
É como meu pai sempre diz: "pensar no passado é sofrer duas vezes". 
Aí você diz: "mas Milena, pensar no que já aconteceu é inevitável. Todo mundo tem vontade de realizar uma vingancinha...".
É, pode até ser verdade. Mas existe um problema com a vingança: ela te contamina, ao mesmo tempo em que você tenta contaminar a outra pessoa. Vou dar uma dica: sabe qual é a melhor forma de "dar o troco"? Sendo o melhor que você puder ser. Se esforçando para se superar, e não para confirmar aquilo que pensavam de você. Se esforçe, lute pelas coisas que deseja, e não dê ouvidos para as palavras de derrota que você escutou. Se pensavam que você não era capaz de nada, faça justamente o contrário do que eles esparavam: seja competente!
Ser uma pessoa de bem é a melhor forma de frustrar as pessoas que te feriram.



Um comentário:

  1. Vingança e coisas afim, como retrucar, tirar sarro, sarcasmo criam coisas como o avião, o fogo e a pólvora: alguém até pode achar que é para o bem, mas cedo ou tarde vira arma e pode ser usado contra você. Nunca ouvi falar de uma arma que tenha sido usada para o bem...

    ResponderExcluir