terça-feira, 2 de agosto de 2011

Conhecendo Brasília: a Chapada Imperial

É, já tem muito tempo que esse quadro não aparecia. Estava esperando o pessoal me enviar algumas imagens para colocar na postagem, mas como muitos não mandaram decidi fazer só com as minhas  fotos.
Muita gente não sabe, mas o Distrito Federal tem um potencial legal para o Ecoturismo (especialmente nos arredores de Brazlândia), e um lugar muito bom onde você pode fazer esse tipo de passeio é a Chapada Imperial.
A Chapada é uma reserva ecológica particular perto de Brazlândia. Lá, o visitante pode fazer trilha, arvorismo, tirolesa, acampar...tudo isso enquanto o guia vai dando uma aula sobre meio ambiente (não se preocupe, não é uma aula no sentido estrito do termo. O guia só vai comentando qual é o tipo de solo e  vegetação por onde o visitante está passando. Achei bem legal)
Gostei muito do profissionalismo deles. Mesmo sendo uma reserva particular, há entre todos ali uma  preocupação muito grande com a preservação ambiental; inclusive participam de um projeto de reintrodução de animais na natureza. Por causa disso, assim que você chega lá já dá de cara com um monte de araras e papagaios, de tudo o que é cor e tamanho (Dica: cuidado com esses papagaios na hora do almoço, eles são bem fominhas). Outra coisa muito legal é o esforço deles para trabalhar com educação ambiental, uma área muuuito carente no Brasil. Somos conhecidos no mundo todo como o país da Amazônia, mas temos um povo que não se preocupa com seu patrimônio natural e não sabe preservá-lo. Você sabia, por exemplo, que o Brasil é um dos países mais engajados na luta contra as mudanças climáticas? Provavelmente não. Não é bem o tipo de coisa que a maioria costuma pesquisar (eita que hoje eu tô revoltada! rsrs)
Bom, mas voltemos à Chapada. É necessário dizer que eles trabalham com vários pacotes, porque existem trilhas com níveis diferentes de dificuldade e você pode escolher a que preferir. O preço (sim, tem que pagar) também varia de acordo com o tipo de trilha. Não é exatamente barato, mas compensa muito. É uma área muito bem preservada. Todos os pacotes incluem: taxa de entrada, almoço, guia, educação ambiental, transporte interno,  arvorismo,  tirolesa,  acesso à infraestrutura  ( redário, piscinas próximas da sede, outros…) e a trilha escolhida. Se eu não me engano, a pessoa passa por umas 30 cachoeiras na trilha mais difícil. Vai por mim que a dificuldade vale a pena ;)
Para mais informações sobre os pacotes e o funcionamento da reserva, acesse o site deles clicando aqui.

Depois de toda essa explicação, nem preciso dizer que recomendo o passeio, né? Como diz a Natália, sou "ratinho de trilha" rsrsrs...mas é que sempre que faço esse tipo de coisa passo momentos tão bons que não tem como não gostar. A gente relaxa, sai da correria da cidade, passa o dia com os amigos...só coisa boa! Por conta de tudo isso, até me sinto mais perto de Deus quando vou para o mato, rsrs. No dia em que tirei essas fotos, o grupo todo aproveitou bastante. Voltamos com a alma lavada :D


P.S: Para ir à Chapada é necessário ligar e fazer reserva. Os contatos estão no site.











2 comentários:

  1. Já ouvi falar muito sobre a chapada Imperial,mas nunca deu certo para visitá-la.Maravilhoso!!!Vamos juntar uma galera e conhecê-la? Bjs,

    ResponderExcluir
  2. Vamos, claro! Eu ia fazer isso esse mês, mas acabei adiando por conta desse clima doido. Cachoeira no frio não rola, né?

    ResponderExcluir