sábado, 27 de agosto de 2011

Caroço




Sempre me perguntei por que melancia tinha que ter caroço. Assim como as uvas, jabuticabas e afins.Você pode dizer que é porque nem tudo é perfeito. Ou que, para cada coisa boa, existe um obstáculo (certo, viajei). Ou ainda aquele argumento mecanicista que eu odeio: "Ah, para dar continuidade à espécie!".

Então né...

Agora é aquele momento em que vocês esperam a minha resposta, que provavelmente deveria contradizer as outras opiniões.
Só que não tenho resposta para isso. Pode ser uma das alternativas anteriores, nenhuma delas ou apenas "porque Deus quis assim".
Não sei dizer porque a melancia tem caroço. Mas sério, por quê isso importa?
O curioso não é a questão do caroço em si, mas o por que de ele incomodar.

"Ahhhhhh, agora sim tá parecendo um texto da Milena! Tinha que ter uma reflexãozinha para variar..."

Bom, sem querer inventar filosofias baratas, queria despertar vocês para uma coisa: nos incomodamos por tão pouco (eu me incluo nisso), não é mesmo? E essa nossa pressa, então?  Digam lá, o que é que custa tirar a porcariazinha do caroço?
Mas não...são segundos preciosos da vida que perdemos tirando um caroço, mandando uma mensagem para dar sinal de vida ao amigo, dando um abraço nos pais...afinal de contas, esse pequeno tempo poderia ser usado para algo muuuuito mais "útil"....

Espero que tenham me entendido.

2 comentários:

  1. Caio Paixão27/08/2011 15:00

    Minha querida Milena,
    como sempre suas pequenas reflexoes são "pequenas idéias que movem o mundo"...a partir de hj, sempre que me deparar com um caroço lembrarei de vc^^ (nao como um obstáculo,e claro, mas como uma coisinha aparentemente tão simples pode mudar sua concepçao de mundo :P

    beijos e abrassos "demorados"

    ResponderExcluir
  2. Oi, Caio! Pois é, basta uma pequena coisinha para me fazer viajar! rs
    Mas olha que coisa legal: pelo menos existem pessoas tão malucas quanto eu, com sensibilidade suficiente para acompanhar meus textos ;)

    ResponderExcluir