quinta-feira, 21 de julho de 2011

Dia do amigo

Ontem foi o dia do amigo, como vocês sabem, e tentei muito postar um texto aqui sobre isso, mas não deu tempo de terminar o post (culpa das Tavares, rs). Bom, decidi postar o texto mesmo com um dia de atraso =)
Dia do amigo é aquela data de que ninguém nunca se lembra, mas fica super empolgado quando entra na internet no dia 20 de junho e descobre que dia é. Mesmo não sendo uma daquelas datas mega importantes que marcamos no calendário, é um dia especial que merece ser lembrado, afinal não é sempre que vemos essas rasgações de seda entre amigos e declarações por toda a parte rs
Sou grata a Deus por todas as situações - boas ou más - pelas quais passei, porque elas mostraram quem eram os meus amigos e quem eram os colegas.
Que meus colegas não me levem a mal. Não menosprezo o valor do coleguismo. Na verdade, acho que é algo muito importante. Se todos precisam de amigos, também precisam de colegas. Os colegas são aquelas pessoas que ficam entre os amigos e os desconhecidos, com quem você conversa esporadicamente mas ainda não conta seus segredos. Todo mundo tem que ter esse tipo de contato, sabe? Ter alguém que não te conheça tanto para conversar de vez em quando. Isso pode ser bom também. Outra coisa a favor do coleguismo: esse que você chama de colega pode vir a se tornar seu melhor amigo.
Amigo não dá em árvore, mas pode-se ter colegas em todos os lugares. É um relação menos exigente e criteriosa que a que existe entre amigos, pois para ser colega não é necessário ter coisas em comum, muito menos estar ao lado da pessoa para o que der e vier. O coleguismo é uma amizade que custa mais barato: você não precisa fazer tantas coisas pelo outro. Em contrapartida, o retorno também é menor.
Se ter colegas é bom, imagina ter amigos? Me refiro a amigos de verdade...esses dão trabalho para a gente, mas o retorno é compensador! Os amigos são aqueles com quem você pode se abrir e se esquecer das convenções sociais, com quem você pode falar o que der na telha (desde que não magoe ninguém), COM QUEM VOCÊ PODE DISCORDAR...isso é ou não é libertador? Os amigos são aqueles que, por causa da proximidade, leem você e conhecem seus pensamentos antes que você abra a boca. São aqueles que sabem a diferença de quando você sorri de verdade ou quando é só por educação. Que sabem quando você não está bem, mesmo se estiver rindo pelos cotovelos.
Certa vez li uma frase  do George Byron: "amizade é o amor sem asas". Concordo em parte com o George, mas o importante aqui é que ele tentou mostrar que existe uma relação entre a amizade e o amor (com o que eu concordo plenamente). Para mim, a amizade não passa de um amor sem paixão. Sendo essa a única diferença que consigo ver entre esses dois "sentimentos", ouso dizer que a amizade é um sentimento tão livre quanto o "amor apaixonado". É como disse no meu post do Dia dos Namorados : o amor é baseado na espontaneidade, na liberdade. Sendo assim, a verdadeira amizade também o é, já que ela não se difere tanto do amor. Logo, por ser livre, a amizade também tem asas...
Falei muito sobre o dia do amigo mas ainda não me dirigi aos meus. Não vou citar nomes para evitar constrangimentos, mas quero dizer aos meus queridos amigos (vocês sabem quem são), que vocês são a parte da minha família que eu mesma escolhi e que me orgulho muito por ser amiga de cada um! A todos vocês - tão diferentes e tão iguais a mim - eu agradeço pelos momentos de apoio, pelas broncas e por me impulsionarem a fazer coisas que eu queria mas ainda tinha receio de fazer. Obrigada por todas as vezes que me obrigaram a sair da minha zona de conforto, acreditando no meu potencial. Prova disso é esse blog, que não seria nada sem o apoio de vocês ;)
Enfim, muito obrigada, queridos amigos, por fazerem parte da minha vida.

"Em todo o tempo ama o amigo, e na angústia nasce o irmão" Provérbios 17:17


Sintam-se abraçados.


Milena.

4 comentários:

  1. O que é a amizade senão dois corpos numa só alma...Aristóteles. Muito bom post Milena e Obrigada, me sinto sua amiga

    ResponderExcluir
  2. Claro que é, né pessoa? Obrigada por ter ido no CONADET, menina-fashion! rs

    ResponderExcluir
  3. Parabéns pela coragem. Eu tenho tentado concluir um texto sobre esse assunto faz algum tempo, mas, sem saber se a distância dos relacionamentos é curta ou se a linha que separa essas coisas é tenue mesmo, tenho mantido o texto no mundo das idéias. Tentei mudá-lo para uma crônica, mas enfim, breve virá. Quem achar, lerá!

    ResponderExcluir
  4. Como assim "quem achar, lerá"? Tem que divulgar para gente!

    ResponderExcluir