quinta-feira, 9 de junho de 2011

A pressa da juventude


Parece que a juventude é a fase em que temos mais pressa! Primeiro você fica louco para entrar logo na faculdade; depois não vê a hora de se formar e, quando se forma, vê que o que precisa mesmo é entrar no mercado.  A sensação que temos é a de que ainda não começamos a viver de verdade; o que sempre interessa são os planos de amanhã. Temo que estamos com tanta pressa de viver que acabamos não vivendo. Fazemos mil planos para o futuro, mas e o agora? Ele faz parte da vida também!
Essa pressa é resultado da ditadura materialista da sociedade, que diz que você só será feliz se for a pessoa mais importante, com o carro do ano na garagem e um salário milionário. Ah, e isso tudo antes dos 30 anos. Por causa dessa pressão tem muita gente com a cabeça  bagunçada, confusa...sem falar no estresse. Tudo ao nosso redor indica que não dará tempo para fazer aquilo que queremos. Os homens de sucesso estão cada vez mais jovens. Acho que daqui a alguns dias as empresas vão querer recrutar profissionais no jardim-de-infância.
E as exigências sociais? Se uma pessoa tem X anos e ainda não entrou na faculdade, já é quase um pária. Se é mulher, tem 30 anos e não se casou, o povo já começa a falar. Ninguém nem procura saber se é do interesse dela se casar agora, afinal o mundo mudou muito e as mulheres já tem outras metas além de casar e ter filhos.
Tem ainda a família, que pode pressionar bastante - ou mesmo os amigos . O fato é que estamos cercados.
 MAS ENTÃO O QUE FAZER?
Bom, já que a pressão existe, temos que aprender a lidar com ela. Fazer uma coisa de cada vez, perceber que a gente nunca vai conseguir abraçar o mundo...ah, e parar de se comparar com os outros. A comparação é uma das maiores fontes de sofrimento para qualquer pessoa, então quando você se sentir tentado a se comparar com alguém, pense que aquela pessoa provavelmente está em uma fase da vida diferente da sua. Cada um tem seu tempo. Tem uma música do Billy Joel que eu aaaamo e que é sempre um conforto nessas horas. Chama-se Vienna. Escute-a, procure a letra e você vai entender do que eu estou falando.






Fizeram a vida ficar tão sufocante que, na nossa pressa em alcançar as coisas, nos esquecemos de que ainda somos jovens. Temos tempo para fazer tudo que quisermos! Você não precisa atingir todos os seus objetivos antes dos 30...se você atingir, o que fará pelo resto da vida? 
Tenho pensado muito nesse assunto: em como a gente perde tanto tempo se preocupando, envelhecendo precocemente...eu mesma já tive meus momentos de tensão. Às vezes dá tanto medo de perder tempo que esqueço de que me estressar é que é perda de tempo. Na hora do aperto é fácil se desesperar e esquecer de que existe um Deus que cuida da gente, e Ele deixa isso bem claro em Mateus 6 (vou colocar um pedacinho para vocês):


"25 Por isso vos digo: Não andeis cuidadosos quanto à vossa vida, pelo que haveis de comer ou pelo que haveis de beber; nem quanto ao vosso corpo, pelo que haveis de vestir. Não é a vida mais do que o mantimento, e o corpo mais do que o vestuário?
26 Olhai para as aves do céu, que nem semeiam, nem segam, nem ajuntam em celeiros; e vosso Pai celestial as alimenta. Não tendes vós muito mais valor do que elas?(...)
28 E, quanto ao vestuário, por que andais solícitos? Olhai para os lírios do campo, como eles crescem; não trabalham nem fiam;
29 E eu vos digo que nem mesmo Salomão, em toda a sua glória, se vestiu como qualquer deles."


Eclesiastes 3 é outro texto-símbolo do que estou tentando dizer. Na verdade, ele sintetiza esse post .Para meus amigos que não tem muito contato com a Bíblia, também vou transcrever aqui (é para vocês lerem, viu?!):

"1 Tudo tem o seu tempo determinado, e há tempo para todo o propósito debaixo do céu.

2 Há tempo de nascer, e tempo de morrer; tempo de plantar, e tempo de arrancar o que se plantou;

3 Tempo de matar, e tempo de curar; tempo de derrubar, e tempo de edificar;

4 Tempo de chorar, e tempo de rir; tempo de prantear, e tempo de dançar;

5 Tempo de espalhar pedras, e tempo de ajuntar pedras; tempo de abraçar, e tempo de afastar-se de abraçar;

6 Tempo de buscar, e tempo de perder; tempo de guardar, e tempo de lançar fora;

7 Tempo de rasgar, e tempo de coser; tempo de estar calado, e tempo de falar;

8 Tempo de amar, e tempo de odiar; tempo de guerra, e tempo de paz."

E é isso galera...vamos viver cada coisa de cada vez, para não corrermos o risco de perder algo valioso: a leveza.



Por hoje é só!



5 comentários:

  1. Hoje mesmo li um devocional sobre o nosso tempo, que não tem nada de nosso. Ele pode acabar daqui a dois minutos se Deus quiser. O que achamos que é nosso, apenas administramos. Quando eu leio esse tipo de texto eu me lembro de quantos sorvetes eu já deixei de tomar... Talvez eu devesse fazer um dossiê de inteções e eliminar as pressuposições exageradas (e até normais, eu diria) sempre que eu quiser saber se alguém gosta de sorvete :)
    Aliás, você gosta de sorvete? ^^

    ResponderExcluir
  2. Pra esse post só "Epitáfio" dos Titãs...

    ResponderExcluir
  3. Lembrei de um texto bem bacana também da Marina Colassanti: Eu sei, mas não devia

    ResponderExcluir
  4. humm, não conheço...vou dar uma olhada

    ResponderExcluir