domingo, 29 de maio de 2011

Conhecendo Brasília: Parque Nacional

Sempre pensei que conhecesse Brasília, mas qual não foi a minha surpresa ao descobrir (por conta do trabalho) a quantidade de detalhes da nossa cidade que eu não conhecia. São tantos os lugares onde não fui ainda! E mesmo nos lugares que já fui, eu não sabia a história por trás daqueles lugares (histórias muito legais). Por isso decidi criar uma sessão aqui no blog: CONHECENDO BRASÍLIA. Como o nome indica, vou mostrar para vocês os lugares de Brasília que valem a pena conhecer. Só vou indicar lugares em que eu mesma fui, para garantir a veracidade dos fatos e a autenticidade das fotos. 

Nossa primeira parada é o Parque Nacional de Brasília. O quê? Nunca ouviu falar? Talvez você o conheça por outro nome: Água Mineral.
Diferente do que a maioria pensa, o Parque Nacional NÃO É UM CLUBE, e sim uma unidade de conservação administrada pelo Instituto Chico Mendes. Isso significa que não é uma área de lazer, mas um lugar reservado a proteção da biodiversidade e dos recursos naturais da região. Percebe-se assim que o objetivo da "Água Mineral" não é entreter a população brasiliense; é preservar o meio ambiente.
O problema é que a maioria dos visitantes que vão ao parque (especialmente no FDS) não tem essa noção. Para ser bem direta, são mal-educados mesmo. Pensam que aquilo é a casa da mãe Joana e não demonstram o menor respeito que o local exige: pixam placas, jogam lixo no chão, dão comida aos animais, entram na piscina (que é em uma nascente) cheios de produtos químicos como bronzeadores, água oxigenada e etc. Assim fica difícil para os funcionários manterem a ordem, né? E devo dizer que eles se esforçam muito.
Outro problema do parque é a pressão externa, que vem de todos os lados: é a pressão imobiliária, a poluição em geral, o lixão que fica ao lado (e que pode acabar contaminando os lençóis freáticos)...o que poucos sabem é que o parque, que tem uma área de cerca de 42. 000 hectares, abastece 35% da população de Brasília. Em outras palavras: se depredar o lugar, quem vai pagar o pato é você mesmo ;/
Bom, mas vamos falar das coisas boas: o parque é lindo, e mesmo não tendo por objetivo o lazer, tem uma estrutura legal para isso. Você pode fazer trilhas, ver a lagoa, ir nas piscinas...é uma boa opção para quem quer relaxar. Mas quando forem lá, consciência galera!










Gostaram do quadro? Se sim, vou continuar...

5 comentários:

  1. isso aí Mileninha, consciência ambiental na galera!

    ResponderExcluir
  2. Muito bom Milena!
    Se vale a sugestão, tem um outro parque em Taguatinga que vale a pena conhecer. Pegue a referência com a minha irmã ;)

    ResponderExcluir
  3. Não conhecia o Lugar Milena. Bem bacana a publicação.

    ResponderExcluir
  4. Então fica a dica p/ a próxima vez que vc vier aqui!

    ResponderExcluir