segunda-feira, 16 de maio de 2011

Adele e os Padrões de Beleza

Somos moldados o tempo inteiro; programados pelos meios de comunicação ou pelas pessoas que nos rodeiam. Isso é normal. O problema é quando essas idéias programadas nos bloqueiam e nos impedem de curtir algo que não está dentro dos padrões. Querem um exemplo? A Adele.
Vocês a conhecem? É uma cantora britânica que está arrasando nas paradas de sucesso do Reino Unido, dos EUA e em diversos países. Com um talento que eu não via há um bom tempo, ela tem o dom de fazer você suspirar cada vez que abre a boca.
Pois bem, a questão é que mesmo com o grande talento que essa inglesa tem, o que as pessoas estão discutindo é se ela está ou não acima do peso. Em todos os vídeos que eu vi havia essa discussão. Só porque ela não se encaixa nos padrões de beleza ocidentais (construídos e divulgados amplamente pela mídia) não significa que ela seja feia. E mesmo se fosse, isso não é da conta de ninguém.
Os comentários são tantos que recentemente a cantora se pronunciou sobre o assunto: “I don’t make music for eyes, I make music for ears.” (Eu não faço música para os olhos, eu faço música para os ouvidos). Pronto, calou a boca de todo mundo. E falando sério, sei que gosto é algo particular, mas não entendo como alguém (em sã consciência) pode achar essa mulher feia:



A gente precisa abrir os olhos para enxergar além do que o mundo nos ensinou. Desde crianças somos adestrados pela sociedade para gostar apenas de determinadas coisas. Por isso que tem tanta menina complexada com o próprio corpo...e o que acontece? Bulimia, anorexia, depressão, morte...
Qual é o seu padrão de beleza? E os seus gostos em geral? Às vezes gostamos de coisas que nem são legais de verdade, mas como sempre ouvimos que aquilo é bonito, que isso é interessante, que tal coisa é inteligente, acabamos acreditando. Precisamos aprender a criar nossos próprios modelos e padrões. Ou melhor, talvez não criar nenhum! Apenas abrir a cabeça para o que estiver em volta. Vai por mim, você poderá descobrir como muitas coisas que fogem aos padrões são realmente interessantes.

7 comentários:

  1. Um tema bem discutido e argumentado! adorei!
    beijos

    ResponderExcluir
  2. Criar os próprios padrões toma tempo, exige uma postura e uma boa argumentação. O porquê eu acho e pronto nunca satisfez ninguém.
    Tem algumas coisas que são naturais e outras forçadas. Entre as forçadas, e aqui concordo plenamente com você, estão as edições feitas nas fotos, os efeitos provocados pela maquiagem etc que geram pessoas que literalmente não existem e inspiram as pessoas a se matar de forma injusta. Quanto às naturais, existem proporções universais que agradam e quando a gente vai comprar comida, não tem jeito, compramos o que parece saudável. Comprar o que não parece saudável só por indicação da nuticionista, e olha que ela se dedicou um bocado para descobrir o que pode e o que não pode. Se vale o argumento, novos padrões demandam inteligência e esforço. Congrats!

    ResponderExcluir
  3. Muito bom! Mileninha coloca mais sugestões de livros pra gente ler!

    ResponderExcluir
  4. Pronto Nise, desejo concedido!
    Roberto, eu concordo com você, eu não falei sobre saúde nesse tópico porque o enfoque era outro. Eu só quis ressaltar o fato de as pessoas perderem tempo apenas para falar do peso da Adele enquanto ela está fazendo tanto sucesso. Mas se de alguma forma você entendeu que eu acho que a saúde ocupa um espaço menos importante (ou que eu acho que ninguém deve se cuidar), é melhor eu escrever um tópico sobre isso depois, porque é provável que outras pessoas tenham entendido isso também.

    Obrigada pela visita de vcs aqui! ;)

    ResponderExcluir
  5. :) É, falar da vida dos outros é o passatempo preferido de quem não gosta de viver a própria vida rs Aguardo novos posts.

    ResponderExcluir
  6. Se livrar do julgamento dos outros e ser feliz. Apoio demais. Adele. Coitada. Sofre bullying por ser gorda, como qualquer um e ainda 10 vezes mais por ser talentosa. Porque assim, se a pessoa canta extremamente bem, ela ainda tem que ser magra. Senão... não serve. Na boa? kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk... Esse mundo tá uma treva.

    ResponderExcluir
  7. Pior que tá mesmo! E cm vc disse, a pressão que as celebridades sofrem é maior. Por isso, admiro a postura da Adele.

    ResponderExcluir